Pular para o conteúdo principal

44ª - Relatório Final da Comissão de Exame do Livro de Atas da Igreja Presbiteriana Ebenézer

Relatório Final da Comissão de Exame do Livro de Atas da Igreja Presbiteriana EbenézerO PRVA examinou o livro de atas do conselho da Igreja Presbiteriana Ebenézer sendo estas de número 137 a 145.Resolveu aprovar com as seguintes observações: Na ata de nº 137 o conselho não tomou conhecimento das observações do PRVA quanto à sua XLIII legislatura; 2.Não houve convocação da Reunião Extraordinária da Assembléia para eleição de oficiais, deixando de observar o preceito constitucional da IPB nos termos do art.111 caput e parágrafo único;3.Estranhar o constante na folha 22, linhas 35 e 36 teve um “voto de sentimento” quando um presbítero estava em desacordo com a eleição de um novo presbítero; 4.Não houve registro correto quanto a recepção de membros  e nem dos dados complementares;5. Na ata 141 registro equivocado da convocação do PRVA para a 4ª ordinária do PRVA; 6. Não constou o inicio e nem o término dos mandatos dos oficiais da igreja; 7. Parabenizar a iniciativa de criar parceria com a Escola Estadual Celina Machado.Sala das sessões 18 de dezembro de 2010 Presidente do PRVA Rer. Marcelo Montini ________________________ --------------Secretário Executivo do PRVA ________________________--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PRVA se multiplica

Na última Reunião Extraordinária ocorrida nos dias 25 e 26 de agosto nas dependências da IP Primavera o PRVA foi desmembrado, gerando assim o Presbitério de Timóteo. Na ocasião compareceu a comissão designada pelo Sínodo Vale do Aço, que teve como seu relator o Rev. Flávio.
As novas diretorias ficaram da seguinte forma:

Nota de Esclarecimento-IPB

Por conta de recentes acontecimentos e questionamentos, esclarecemos mais uma vez publicamente que a Igreja Presbiteriana do Brasil não é apolítica e faz parte da construção de uma sociedade digna a todo cidadão brasileiro, consciente da sua herança judaico-cristã-reformada, tem um compromisso histórico e ideológico com a democracia, entendida como a participação direta do povo nos seus destinos através do voto, de apoia-la e contribuir positivamente para o seu desenvolvimento no Brasil e no Mundo. Tem também um compromisso, fundamentado no amor ao próximo, (Lv.19.18) com a justiça social, com o bem estar do povo, com a eliminação da miséria e da pobreza, (Dt.15.4) com a igualdade dos homens em todos os lugares, níveis, situações, independentemente de sexo, idade, ou condição social individual. (Dt.16). Além do compromisso com o desenvolvimento e a manutenção da paz entre os homens, a promoção da harmonia e da concórdia, tanto no seio da Igreja, como da comunidade nacional. (Mt.5.9).

Senhor Pastor Supremo, Nosso Modelo de Pastorado

Estaremos refletindo de 07 a 08 reflexões sobre o pastoreio. Creio que será de grande importância para nós pastores (docentes) e presbíteros (regentes) que também são pastores. Nossa primeira reflexão fundamenta-se no salmo 23. O tema é: "Senhor Pastor Supremo, nosso modelo de pastorado." Razões:  Ele supre as necessidades de todas as ovelhas (v. 1). Ele apascenta as ovelhas, dá repouso, em segurança arrebanha as ovelhas (v. 2; cf. Is 40: 11).