Pular para o conteúdo principal

A Prioridade do Casamento*


O casamento é uma ligação especial entre duas pessoas que não pode ser equiparada com nenhuma outra relação. Pelo menos, deveria ser assim. Ele é singular - absolutamente inigualável. O casamento transcende todos os outros relacionamentos. Que coisa mais extraordinária! Aliás, um dos resultados mais importantes de casamentos bem sucedidos é que geram bons pais. Um relacionamento saudável entre marido e mulher é essencial para a saúde emocional dos filhos no lar. Quando há harmonia no casamento, há estabilidade na família. Um casamento forte oferece um refúgio seguro para os filhos enquanto estes crescem e são educados. Os casamentos saudáveis e amorosos dão à criança uma sensação de segurança. Quando uma criança observa a amizade especial e intimidade emocional de seus pais, sente-se mais segura pelo simples fato de não ser necessário questionar a autenticidade daquele compromisso.





As crianças possuem uma espécie de radar incrível que capta os conflitos entre os pais.  Quando uma criança percebe mais fraqueza do que força no relacionamento que eles mantêm, sente certa ansiedade que acaba pesando sobre todas as outras disciplinas da aprendizagem. Assim como acontecia com seus pais quando estavam crescendo, uma criança sabe intuitivamente que, se algo acontecer à mãe e ao pai, seu mundo inteiro se desintegrará. Se o relacionamento entre os pais trouxer dúvidas à mente da criança, ela se verá sempre à beira de um colapso. Que criança não desejaria fazer parte de uma família em que o relacionamento conjugal é uma experiência positiva? Qual é a criança que, ao ver a união tão misteriosa e bela no casamento dos pais, não buscaria a mesma intimidade ao crescer? Os melhores anos da educação dos filhos fluem dos melhores anos de casamento. Proteja o seu casamento.

*EZZO, Gary e BUCKMAN, Robert. Além do Nana Nenê - Editora Mundo Cristão - São Paulo 1ª edição 2007 8ª impressão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PRVA se multiplica

Na última Reunião Extraordinária ocorrida nos dias 25 e 26 de agosto nas dependências da IP Primavera o PRVA foi desmembrado, gerando assim o Presbitério de Timóteo. Na ocasião compareceu a comissão designada pelo Sínodo Vale do Aço, que teve como seu relator o Rev. Flávio.
As novas diretorias ficaram da seguinte forma:

Nota de Esclarecimento-IPB

Por conta de recentes acontecimentos e questionamentos, esclarecemos mais uma vez publicamente que a Igreja Presbiteriana do Brasil não é apolítica e faz parte da construção de uma sociedade digna a todo cidadão brasileiro, consciente da sua herança judaico-cristã-reformada, tem um compromisso histórico e ideológico com a democracia, entendida como a participação direta do povo nos seus destinos através do voto, de apoia-la e contribuir positivamente para o seu desenvolvimento no Brasil e no Mundo. Tem também um compromisso, fundamentado no amor ao próximo, (Lv.19.18) com a justiça social, com o bem estar do povo, com a eliminação da miséria e da pobreza, (Dt.15.4) com a igualdade dos homens em todos os lugares, níveis, situações, independentemente de sexo, idade, ou condição social individual. (Dt.16). Além do compromisso com o desenvolvimento e a manutenção da paz entre os homens, a promoção da harmonia e da concórdia, tanto no seio da Igreja, como da comunidade nacional. (Mt.5.9).

Senhor Pastor Supremo, Nosso Modelo de Pastorado

Estaremos refletindo de 07 a 08 reflexões sobre o pastoreio. Creio que será de grande importância para nós pastores (docentes) e presbíteros (regentes) que também são pastores. Nossa primeira reflexão fundamenta-se no salmo 23. O tema é: "Senhor Pastor Supremo, nosso modelo de pastorado." Razões:  Ele supre as necessidades de todas as ovelhas (v. 1). Ele apascenta as ovelhas, dá repouso, em segurança arrebanha as ovelhas (v. 2; cf. Is 40: 11).