Pular para o conteúdo principal

CARNAVAL: FESTA DA CARNE?


O carnaval é a festa mais popular do mundo; da carne, da sensualidade, da libertinagem, da imoralidade, do consumismo de bebidas e drogas. Festas dos gastos! E o pior é que muitos desses gastos se dão com as verbas públicas.
Infelizmente no carnaval muitos aproveitam para se extravasar. Uma verdadeira falta de desrespeito, censo e pudor. E as mortes que acontecem nesse período? E os gastos que o poder público tem na área da saúde, como conseqüências dos danos no período de carnaval como acidentes, bebedeiras, drogas e outros?
Do ponto de vista histórico, muitos situam o carnaval
numa data de 10 mil anos Antes de Cristo. Outros afirmam que se trata de uma festa da Antiguidade Clássica, passando pelo crivo do Renascimento.
Entretanto, é bom que se diga que quando falamos do carnaval pagão estamos nos referindo a uma festa que tem sua origem nos cultos agrários da Grécia.
Quando descrevemos sobre o carnaval Cristão, estamos dizendo de uma festa que passou a existir quando, cedendo aos anseios populares, a Igreja católica o oficializou em 590 d. C. O que era considerado ocasião para libertinagem, passou a ser cerimônia oficial (evidentemente que com certos limites estabelecidos, até mesmo para conter a carnalidade do povo). Isto significa  dizer que em não sendo possível vencer o inimigo, que nos aliemos a ele.
Já em 1.545, no famoso Concilio de Trento, o carnaval tornou-se reconhecido como uma manifestação popular de rua.
No Brasil o carnaval chegou em 1.723, sendo trazido pelos portugueses, com o  primeiro registro de baile em 1.840. Em 1.855, surgiram os clubes   carnavalescos, precursores das atuais escolas de sambas. No Brasil o carnaval  tomou um contorno diferente, desde diferentes cores na celebração popular,   aos blocos de ruas com suas manifestações pitorescas.
Em todas as suas manifestações o carnaval é uma festa carnal. Nele se  relaciona a filosofia do hedonismo que busca o prazer do corpo acima e antes  e tudo, e sugerem uma “licença para pecar”, especialmente os pecados  sexuais, relacionados com lascívia e luxúria. Tem até prefeituras que  pretendem distribuir a chamada pílula do dia, um contraceptivo de emergência, usado após o “sexo casual”. Objetiva impedir a fixação do óvulo fecundado no útero ___ uma questão de ética.
E depois do carnaval? Sim! Depois do carnaval vem a quarta-feira de cinzas, dia de jejum e abstinência, quando algumas pessoas rememoram sua mortalidade, usando cinzas à luz do simbolismo bíblico, para pedir arrependimento perante Deus.
A quarta-feira de cinzas ocorre sempre um dia depois da terça-feira gorda, o último dia da temporada de carnaval, justamente, o último dia em que se pode comer carne, vindo em seguida a Quaresma, quarenta dias de jejum em preparação para a Páscoa.
Ao finalizar nosso texto, que depois de tudo isto possamos ouvir a voz do Espírito. Que fujamos dos conselhos e das paixões da carne. Do pecado que tenazmente nos assedia. Corramos a carreira que nos está proposta. Sigamos o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Ora, o mundo passa, mata e jaz no maligno, mas quem faz a vontade do Pai permanece eternamente.
Carnaval é festa da carne, cuidado com ele. Muitos, infelizmente morrem nesse período. Quantos sendo enganados. Que oremos para Deus libertar o povo dessa terrível armadilha. Não só oremos, mas aproveitemos para evangelizar aqueles que estão sendo levados pelas sutilezas do inimigo. Clamemos para que Deus tenha misericórdia de todos, mesmo porque o diabo veio matar roubar e destruir, mas, Jesus veio trazer vida abundante. No mais, quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz... E, Deus ama o pecador, mas aborrece o pecado! 

Eis o conselho do amigo de sempre, Edinaldo Felipe dos Santos 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Senhor Pastor Supremo, Nosso Modelo de Pastorado

Estaremos refletindo de 07 a 08 reflexões sobre o pastoreio. Creio que será de grande importância para nós pastores (docentes) e presbíteros (regentes) que também são pastores. Nossa primeira reflexão fundamenta-se no salmo 23. O tema é: " Senhor Pastor Supremo, nosso modelo de pastorado."   Razões:  Ele supre as necessidades de todas as ovelhas (v. 1).  Ele apascenta as ovelhas, dá repouso, em segurança arrebanha as ovelhas (v. 2; cf. Is 40: 11). 

Reforma Protestante - 31 de outubro

Em 31 de Outubro de 1517, Martinho Lutero afixou na porta da capela de Wittemberg 95 teses que gostaria de discutir com os teólogos católicos, as quais versavam principalmente sobre penitência, indulgências e a salvação pela fé. O evento marca o início da Reforma Protestante, de onde posteriormente veio a Igreja Presbiteriana, e representa um marco e um ponto de partida para a recuperação das sãs doutrinas.  Movido pelo amor e pelo empenho em prol do esclarecimento da verdade discutir-se-á em Wittemberg, sob a presidência do Rev. padre Martinho Lutero, o que segue. Aqueles que não puderem estar presentes para tratarem o assunto verbalmente conosco, o poderão fazer por escrito.  Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.     1ª Tese Dizendo nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo: Arrependei-vos...., certamente quer que toda a vida dos seus crentes na terra seja contínuo arrependimento.  2ª Tese E esta expressão não pode e não deve ser interpretada como referindo-se ao sacramento da penitên

PRVA se multiplica

Na última Reunião Extraordinária ocorrida nos dias 25 e 26 de agosto nas dependências da IP Primavera o PRVA foi desmembrado, gerando assim o Presbitério de Timóteo. Na ocasião compareceu a comissão designada pelo Sínodo Vale do Aço, que teve como seu relator o Rev. Flávio. As novas diretorias ficaram da seguinte forma: