Pular para o conteúdo principal

SÍNDROME DE BURNOUT e o trabalho dos pastores da Igreja Presbiteriana do Brasil no estado de Minas Gerais

9 de abril de 2014 // In Dissertação
SÍNDROME DE BURNOUT e o trabalho dos pastores da Igreja Presbiteriana do Brasil no estado de Minas Gerais

https://www.facebook.com/acos73
Mestrando(a): ANA CRISTINA DE OLIVEIRA SANTOS
Orientador(a): Prof. Dr. Luiz Carlos Honório
Esta pesquisa teve por objetivo analisar as dimensões da síndrome de burnout em pastores evangélicos da Igreja Presbiteriana do Brasil no estado de Minas Gerais. Consistiu em um estudo de caso descritivo, com abordagem quantitativa e qualitativa. Na abordagem quantitativa, foi utilizado o questionário Maslach Burnout Inventory (MASLACH; JACKSON, 1981; 1986), instrumento composto por 22 itens e adaptado pelo pesquisador Codo (1999), com uma amostra de 94 pastores.
Para o tratamento dos dados quantitativos, foram utilizadas as técnicas univariada e bivariada. Na abordagem qualitativa, foram realizadas dez entrevistas semiestruturadas, para o aprofundamento dos dados obtidos na pesquisa quantitativa. Na análise descritiva, observou-se nível mediano de burnout para a dimensão “baixa realização profissional”, enquanto para a dimensão despersonalização houve uma tendência para ausência de burnout. Evidenciou-se uma situação mediana de burnout para o indicador de exaustão emocional “Trabalho com pessoas o dia todo e isso me exige um grande esforço”. Novamente, destacou-se uma situação de nível baixo de burnout para a dimensão “despersonalização”, com destaque para o fato de os pastores alegarem não tratar seus membros como objeto. Quanto às variáveis em relação à dimensão “baixa realização profissional”, constatou-se um nível mediano de burnout para o indicador “Sinto-me com muita vitalidade”.  Na análise bivariada, evidenciou-se diferença significativa de escores nas dimensões “exaustão emocional” e “baixa realização profissional em que os pastores mais novos se queixam mais da exaustão emocional”, quando comparados aos pastores mais velhos. Os pastores mais novos também se sentem menos realizados profissionalmente que os mais seniores. Comprovou-se, ainda, que os pastores com menos de 16 anos de trabalho apresentam maior nível de exaustão emocional quando comparados aos pastores que estão no ministério há mais de 16 anos. Demonstrou-se também que os pastores com até 5 anos de trabalho na igreja anterior apresentam maior exaustão emocional  em comparação aos pastores com tempo de trabalho na igreja anterior acima de 6 anos, em que esse nível de exaustão diminui. Constatou-se que os pastores efetivos apresentaram um quadro de baixa realização profissional em relação aos auxiliares e aos evangelistas. Para a análise dos resultados qualitativos, foi possível descrever uma série de subcategorias, ressaltando-se somente as mais relevantes para os dez entrevistados, as quais foram: para “exaustão emocional”, cansaço físico, relações interpessoais, envolvimento emocional e amadurecimento profissional; para “despersonalização”, a qualidade das relações; para “baixa realização profissional”, cobranças por resultados, complexidade do trabalho e entendimento do ministério pastoral; para “significado do trabalho pastoral”, a importância do trabalho; para “prazer no trabalho pastoral”, evidências do trabalho pastoral; para “sofrimento no trabalho pastoral”, apoio e reconhecimento; e para “estratégias para lidar com burnout”, importância do trabalho. Tal levantamento teve por objetivo diagnosticar em quais dimensões os pastores da Igreja Presbiteriana do Brasil estão mais propensos a desenvolver, ou não, a síndrome de burnout.

BANCA EXAMINADORA:

Prof. Dr. Luiz Carlos Honório
ORIENTADOR (Faculdade Novos Horizontes)


Prof. Dr. Luciano Zille Pereira
Faculdade Novos Horizontes
Profª Drª Simone Costa Nunes
PUC-MINAS Linha de Pesquisa: Relações de Poder e Dinâmica das Organizações

Área de concentração: Organização e estratégia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reforma Protestante - 31 de outubro

Em 31 de Outubro de 1517, Martinho Lutero afixou na porta da capela de Wittemberg 95 teses que gostaria de discutir com os teólogos católicos, as quais versavam principalmente sobre penitência, indulgências e a salvação pela fé. O evento marca o início da Reforma Protestante, de onde posteriormente veio a Igreja Presbiteriana, e representa um marco e um ponto de partida para a recuperação das sãs doutrinas.  Movido pelo amor e pelo empenho em prol do esclarecimento da verdade discutir-se-á em Wittemberg, sob a presidência do Rev. padre Martinho Lutero, o que segue. Aqueles que não puderem estar presentes para tratarem o assunto verbalmente conosco, o poderão fazer por escrito.  Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.     1ª Tese Dizendo nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo: Arrependei-vos...., certamente quer que toda a vida dos seus crentes na terra seja contínuo arrependimento.  2ª Tese E esta expressão não pode e não deve ser interpretada como referindo-se ao sacramento da penitên

Participação Indigna na Ceia

by João Calvino Fonte: As Institutas – volume 4, João Calvino, Cultura Cristã, pág. 28-9. Alguns, querendo preparar os homens para a digna participação do sacramento, têm afligido e atormentado cruelmente as pobres consciências, sem todavia lhes ensinarem nada do que é necessário ensinar. Dizem eles que para comer dignamente a Ceia é preciso estar em estado de graça. E interpretam que estar em estado de graça é estar purificado de todo pecado. Por esse ensino, todos os homens que estiveram e estão na terra seriam excluídos do uso deste sacramento. Porque, se é questão de considerarmos a nossa dignidade em nós, significa que esta é feita por nós! Isso só nos pode causar ruína e confusão. Ainda que nos empenhemos com todas as nossas forças, nada conseguiremos, senão que acabaremos sendo mais indignos ainda, isso quando a duras penas lograrmos encontrar alguma dignidade em nós.

Aniversário da Comunidade Presbiteriana Videiras

COMUNIDADE PRESBITERIANA VIDEIRAS Avenida Felipe dos Santos, 243, Cidade   Nobre/ Ipatinga-MG. (031) 3825-4700. 85172884            Aos ama dos         Vimos por meio desta convidar   para   as   festividades que acontecerão na nossa Comunidade durante o   mês de outubro, alusivos aos nossos quatro anos de organização, com o   encerramento especial   para os dias 25 e  26, conforme programação e cartaz acima: