Pular para o conteúdo principal

UMA IGREJA PARA A CIDADE

Versos Os protestos do Dia 15 de Março

No dia de hoje estamos presenciando muitas manifestações contra a presidenta Dilma e contra o PT. O pior é que realmente a situação do Brasil não está nada boa. Manifestações contra a falta de ética, imoralidade, inflação, por uma melhor situação política e econômica, saída da presidenta, é tanta gente que, segundo os especialistas, só na AV. Paulista, são mais de 01 milhão de gente.
É correto protestar? Sim, desde que não fira os princípios da ética e que seja feita sem rebeldia, etc. E o crente pode? Não só pode como deve, desde que saiba protestar e o faça sem destruição, etc. Por outro lado, acho curioso porque recentemente no mês de outubro tivemos alguns candidatos à presidência. Talvez nós poderíamos ter pensado um pouquinho melhor na olha da escolha, especialmente nós os cristãos (não sou nenhum político partidário).        
Por coincidência, neste fim de semana resolvemos promover com Pedro do Borel na nossa Comunidade, um evento intitulado: Uma Igreja Para a Cidade. Nem me lembrava que neste mesmo fim de semana teríamos os protestos nas ruas.   
Estou convicto que precisamos de igrejas mais relevantes na nossa sociedade, comprometida com nosso contexto e realidade. Infelizmente nem sempre isto acontece. Muito comum ouvirmos a expressão de que crente não quer saber das coisas do mundo, pois cristão é cidadão dos céus, dizem alguns. Ele não tem nada a ver com as coisas do presente, como se não tivéssemos nenhum compromisso com a sociedade atual, acrescentam outros.    
Infelizmente o que se presencia é uma omissão da igreja e dos cristãos, de um modo em geral, fugindo do seu compromisso coletivo, priorizando uma ética individualista, que visa apenas seus próprios interesses. Deixa de valorizar a necessidade dos irmãos e da sociedade como um todo. Conseqüência disto é o que estamos presenciando no dia de hoje com as manifestações. 
Ao longo da Escritura Sagrada encontramos o registro da ação de Deus, intervindo na história humana. Por vezes essa intervenção se deu de forma direta, mas, via de regra, respeitando os processos históricos, os contextos políticos/sociais e religiosos, chamando o povo a cooperação como protagonista para a transformação da sociedade como um todo. 
Se observarmos alguns períodos do passado da igreja vamos notar o mesmo, ou seja, uma igreja participativa e transformadora, como, por exemplo, no tempo da Reforma Protestante.  
A igreja precisa ter relevância na sociedade e no contexto em que se encontra inserida para fazer diferença em todas as áreas, quer seja na política, na economia, na arte, na literatura, coisas boas  deixadas por Deus, mas afetadas pelo pecado. Como? Salgando, iluminando e transformando, pois só assim teremos uma sociedade transformada, justa e equânime para louvor do Pai que nos ama.
Se você observar bem vai ver que no Velho Testamento isto aconteceu na vida de homens como José do Egito, Moises e muitos outros. No Novo Testamento encontramos Jesus, Paulo Estevão e demais no passado fazendo o mesmo.     
Tenho convicção que se tivéssemos uma comunidade relevante, evidentemente muitas coisas ruins do nosso Brasil e no mundo deixariam de acontecer. Por certo teríamos um mundo melhor, com menos inflação, menos miséria, menos corrupção, menos pobreza, menos droga, menos crime, menos violência, mais emprego, mais educação, mais alimentação, mais habitação, mais justiça..., valores que tem a ver com o Reino de Deus. Esse é o nosso papel como igreja de Jesus: Participar Para transformar, sendo uma Igreja Participativa na Cidade e não mais uma igreja na cidade.    
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
COMUNIDADE  PRESBITERIANA VIDEIRAS
Por uma igreja relevante e transformadora na sociedade.  
Avenida Felipe dos Santos, 243, Cidade Nobre - Ipatinga/MG.

Importantíssimo!
Quer conhecer mais sobre Missão Integral, com aulas praticas?
Curso de Missão Integral aqui no segundo semestre deste ano.
Aulas de quinze em quinze dias: (031) 3825-4700; 85172884; 3824-0007

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PRVA se multiplica

Na última Reunião Extraordinária ocorrida nos dias 25 e 26 de agosto nas dependências da IP Primavera o PRVA foi desmembrado, gerando assim o Presbitério de Timóteo. Na ocasião compareceu a comissão designada pelo Sínodo Vale do Aço, que teve como seu relator o Rev. Flávio.
As novas diretorias ficaram da seguinte forma:

Nota de Esclarecimento-IPB

Por conta de recentes acontecimentos e questionamentos, esclarecemos mais uma vez publicamente que a Igreja Presbiteriana do Brasil não é apolítica e faz parte da construção de uma sociedade digna a todo cidadão brasileiro, consciente da sua herança judaico-cristã-reformada, tem um compromisso histórico e ideológico com a democracia, entendida como a participação direta do povo nos seus destinos através do voto, de apoia-la e contribuir positivamente para o seu desenvolvimento no Brasil e no Mundo. Tem também um compromisso, fundamentado no amor ao próximo, (Lv.19.18) com a justiça social, com o bem estar do povo, com a eliminação da miséria e da pobreza, (Dt.15.4) com a igualdade dos homens em todos os lugares, níveis, situações, independentemente de sexo, idade, ou condição social individual. (Dt.16). Além do compromisso com o desenvolvimento e a manutenção da paz entre os homens, a promoção da harmonia e da concórdia, tanto no seio da Igreja, como da comunidade nacional. (Mt.5.9).

Senhor Pastor Supremo, Nosso Modelo de Pastorado

Estaremos refletindo de 07 a 08 reflexões sobre o pastoreio. Creio que será de grande importância para nós pastores (docentes) e presbíteros (regentes) que também são pastores. Nossa primeira reflexão fundamenta-se no salmo 23. O tema é: "Senhor Pastor Supremo, nosso modelo de pastorado." Razões:  Ele supre as necessidades de todas as ovelhas (v. 1). Ele apascenta as ovelhas, dá repouso, em segurança arrebanha as ovelhas (v. 2; cf. Is 40: 11).