Pular para o conteúdo principal

Senhor Pastor Supremo, Nosso Modelo de Pastorado

Estaremos refletindo de 07 a 08 reflexões sobre o pastoreio. Creio que será de grande importância para nós pastores (docentes) e presbíteros (regentes) que também são pastores. Nossa primeira reflexão fundamenta-se no salmo 23. O tema é: "Senhor Pastor Supremo, nosso modelo de pastorado." 
Razões: 
  1. Ele supre as necessidades de todas as ovelhas (v. 1). 
  2. Ele apascenta as ovelhas, dá repouso, em segurança arrebanha as ovelhas (v. 2; cf. Is 40: 11). 
  3. Ele sacia a sede das ovelhas (v. 2; cf. Is. 12. 3). 
  4. Ele cura, aplica óleo e vinho, restaura e refrigera a alma da ovelha (v. 3). 
  5. Ele guia a ovelha pelas veredas da justiça, dando orientação (v. 3). 
  6. Ele tranquiliza as ovelhas diante dos perigos e ameaças (v. 4). 
  7. Ele não abandona as ovelhas, mas proporciona proteção pela sua vara e cajado (v. 4). 
  8. Ele prepara as mesas das Bodas do Cordeiro na presença dos inimigos (v. 5). 
  9. Ele unge a cabeça e faz transbordar o cálice (v. 5). 
  10. Sua bondade e misericórdia acompanha para sempre o rebanho (v. 6). 
  11. A habitação eterna do rebanho será na casa de Deus (v. 6). 
 Concluindo: O Senhor como Pastor nos dá o modelo principal para o pastorado segundo Seu coração. Se aprendermos com Ele, não há dúvida; cumpriremos nosso papel de acordo com a vontade do Dono do rebanho.

Adaptado do Dr. Russell P. Shedde, Jornal SEPAL, 1.993, Página não consta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PRVA se multiplica

Na última Reunião Extraordinária ocorrida nos dias 25 e 26 de agosto nas dependências da IP Primavera o PRVA foi desmembrado, gerando assim o Presbitério de Timóteo. Na ocasião compareceu a comissão designada pelo Sínodo Vale do Aço, que teve como seu relator o Rev. Flávio.
As novas diretorias ficaram da seguinte forma:

Nota de Esclarecimento-IPB

Por conta de recentes acontecimentos e questionamentos, esclarecemos mais uma vez publicamente que a Igreja Presbiteriana do Brasil não é apolítica e faz parte da construção de uma sociedade digna a todo cidadão brasileiro, consciente da sua herança judaico-cristã-reformada, tem um compromisso histórico e ideológico com a democracia, entendida como a participação direta do povo nos seus destinos através do voto, de apoia-la e contribuir positivamente para o seu desenvolvimento no Brasil e no Mundo. Tem também um compromisso, fundamentado no amor ao próximo, (Lv.19.18) com a justiça social, com o bem estar do povo, com a eliminação da miséria e da pobreza, (Dt.15.4) com a igualdade dos homens em todos os lugares, níveis, situações, independentemente de sexo, idade, ou condição social individual. (Dt.16). Além do compromisso com o desenvolvimento e a manutenção da paz entre os homens, a promoção da harmonia e da concórdia, tanto no seio da Igreja, como da comunidade nacional. (Mt.5.9).